domingo, 23 de outubro de 2011

Alguma descrição de você



Você é meu sonho sonhado
a paz do meu abrigo
perdão do meu pecado
castigo do meu erro

Prisão e meu desterro
visão clara e precisa
às vezes, tempestade
às vezes, fina brisa...

Um cálice de vinho
tingindo o meu desejo
o som da nota tônica
pulsando ao meu arpejo

Porção da minha gula
fusão de unha e carne
minha loucura amena
a paz que me invade.

Sem comentários:

Enviar um comentário