quinta-feira, 8 de setembro de 2011






Hoje eu quero o seu carinho
Como criança carente,
Quero seu colo quentinho,
Adormecer no seu ninho
Como um anjo inocente.


Quero toda mordomia,
O afago bem de perto,
Ser seu dengo predileto
Vivendo de fantasia.
Quero todas as manias
Tocando em mim com afeto.
 


Eu quero ser embalado
Na mais sublime canção,
Despojar-me em seu regaço
Refazer-me do cansaço
E ninar meu coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário