segunda-feira, 20 de junho de 2011

Quando morrem...



Quando morrem, os cavalos - respiram,
Quando morrem, as ervas - secam,
Quando morrem, os sóis - se apagam,
Quando morrem, os homens - cantam.

Sem comentários:

Enviar um comentário