quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

NO TEMPO DO AMOR

( Palavras Dela )

Debaixo dum céu estrelado,
O luar me beija a mão.
O céu da noite azulado,
Me adormece o coração.
*
Passa o tempo, morre o pranto,
Só não morre a minha dor.
Na alma, o desencanto,
Com o tempo deste amor.
*
No tempo que tudo leva,
Na raiva da tempestade,
Partiste, nunca mais chegas,
Ficou comigo a saudade.
*
Dentro do tempo que corre,
Na ânsia do meu viver,
Parece que o amor morre
E nem sequer chega a nascer.
**
*
*

Sem comentários:

Enviar um comentário