sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Um Só Corpo, Quatro Elementos
Sagrado Fogo, elemento que dá vida, Senhor Inclemente
Em Letras na pedra, escritas com labaredas à mão
Esculpiu os mandamentos, iluminou minha turva mente
Como sarça ardente na alma, guiando meu coração!
Ar que respiro, doado pelo Excelso Pai Amoroso
Mantém o meu viver, bendito ar do Moto Contínuo
O sangue que flui, com o sopro inefável ardoroso
Contém o Ar emanado, da boca do Verbo Divino
Água da vida, que brota nas palavras de sabedoria 
Ao saciar minha sede, refrigera meu coração desolado
Limpa minh’alma, lava meu corpo, renova minha energia
Tu és Água bendita, remédio para vida, fonte de nosso legado
Terra, desde pequena foste criada, na ciência do Eterno Deus
Bendita seja, pois, ó Generosa, que fecunda e gera mais vidas
Quando nas Estações e com festas, abençoa os filhos teus,
Então, torna-me contigo um só corpo, no final de minhas lidas 
Imagens de Abylyo Koelho - Google





Poeta,

"-O mais bonito entre as diversas culturas é que os Quatro Elementos preservam suas características essenciais: moral, estética, alma, intelecto, físico.. São as faculdades do homem, na cultura grega.
Mas quero falar de ti! quero falar dos teus versos, o que esses quatro elementos provocam em teu ser. Há algo de etéreo na essência do teu poema.
O Fogo retrata teu corpo em chamas e a ardente e santa paixão que brota em ti.
O Ar, com seus sons e sensações reverberadas, empresta-te um par de asas de Pégasus para voar livremente dentro de teus versos. Proporciona-te mágica conexão com todos os outros seres!
A Água trouxe a graça curativa para tua vida e saciou tua sede, que guardou solidões longínquas, no teu exílio.
Hidratou com bênçãos e lavou com Amor renovado as cicatrizes que tua alma carregou!
Esse fogo que te consome é paixão que te aquece, retira o frio para fazer entrar a luz do Sol e a pouco e pouco te tornas  labareda!
A Terra faz brotar em ti teus sonhos antes soterrados, que agora despertam e ganham um novo sentido, muito mais abençoado!
Estás agora pleno de esperanças, de paz e de alegria e nesta suprema espiritualidade, renovas-te para alcançares os teus mais nobres ideais. 
Poeta, tal qual a Flor de Lótus, imaculada e pura, o Fogo te confere seu calor, o Ar te TONIfica e agracia com as mais sagradas e suaves brisas, cobrindo-te com o mais formoso encanto, e te tornas semente de iluminação!!!
A Água faz crescer a tua fina haste de poeta, com o mais puro e genuíno remédio de seus seios.
A Terra alimenta tuas raízes, inspirando-te em fecundos e prodigiosos versos.
Compondo,enfim, tua natureza humana, rebrotam as palavras, que alimentam as seivas do teu mais profundo SER.
És filho da Terra,da Água, do Fogo, do Ar.
Porém, sobretudo, és filho de quem os criou: Deus Pai, que te dá a Vida e  te abençoa,  generosa e abundantemente!
Belo, sábio e sublime poema, Toni. Agradeço a oportunidade desse agradável e abençoado compartilhar"

Sem comentários:

Enviar um comentário