quarta-feira, 27 de outubro de 2010

SEM VOCÊ.


Vou bebendo em taças
De lembranças ,ainda vivas.
Nas frias madrugadas.
Ébria de saudades
Perco-me no silêncio
Que abrange forte.
Desconcertando-me,
Envolvendo ,enlaçando
Com seus tentáculos.
Sem você meu amado,
Sinto-me desfazendo
Em vários pedaços.

Sem comentários:

Enviar um comentário