sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Frutos do Amor



Os frutos tropicais, os frutos do amor
De uma terra agraciada, alvissareira
Dos férteis campos onde vive uma flor
De doces frutos, saborosos como a pêra

No oásis de um sonho esplendoroso
Das volúpias, de carnal atordoado
Em um sonho fatalista e amoroso
Vou vivendo num deserto alucinado

É um doce embriagador e delirante,
De desejos, graciosos dos teus brilhos
Em tua boca feito um vinho inebriante!

São as bênçãos dos amores dedicados,
Quando a alma extasiada em delírios
Prova os frutos virginais e adocicados!


Sem comentários:

Enviar um comentário