sábado, 23 de outubro de 2010

Amor em azul e branco



Nuvens brancas
espumas flutuando os andes

Brancas geleiras

pinceladas impressionistas
descendo sobre os cimos
do Ozorno

Branco em flor
campo de margaridas
ondulando ao vento

Branco-amor

esvoaça em lençois e cortinas
desnudando os corpos no quarto
róseos, ardentes, úmidos e ungidos

Branco enevoado do ar

em cheiro de sêmen-vida
do encontro que exala
e enche a casa

Perfuma a brisa e se espalha

por entre as ondas suaves
do marinho Pacífico,
ornando a cena, túrgido e cingido
ao azul celeste da Terra em cio.

Sem comentários:

Enviar um comentário