sábado, 23 de outubro de 2010

AFORISMOS CRIADOS COM ENTREGA



É humanamente impossível amar alguém sem almejar a entrega.


Entrega é porto que se abre a espera do barco  ancorar.


A poesia que não se entrega guarda-se para outro poeta.


Entregar-se é transpor os limites que nos prendem à zona de conforto.


O amor é a entrega do ser ao absoluto.


Entregar-se é doar-se sem espera de retorno.


A entrega é um navegar por mares bravios, desbravar intempéries, romper com os limites.


A verdadeira entrega assemelha-se à colossal determinação dos vastos horizontes.


O amor é a entrega absoluta do ser.


Entrega é lume que se transforma em fogo.


Entregar-se é despir-se de vaidade e mostrar-se nu.


A musa inspiradora só se entrega para quem à ela se entrega.


Abrir os braços e atirar-se no infinito da busca , para enfim encontrar-se noutros braços.


Quem nunca se entrega a seus anseios nunca saberá o que é ser bem-aventurado.


No amor, a entrega se faz em pequenos gestos de grandes proporções.


Não existe nada tão abnegado que entregar seu ser aos cuidados de outro ser.


O medo da entrega faz o amor temer por sua morte.


Entregar é uma coisa, fingir entregar é outra que pode enganar, mas nunca satisfazer.


O medo de perder-se, de fundir-se no outro, faz da entrega um verdadeiro suplício. 


Entregar-se a uma missão é nunca fechar a porta para as novidades da descoberta.


Para entregar-se é preciso, sobretudo, amar a si próprio.


Quem ama se entrega para a pessoa amada como a chuva para o estio e o beija-flor para a flor.


A entrega é responsável pela sobrevivência do amor.


A entrega invade a paz do amor comedido para transformá-lo em coadjuvante dos maiores arroubos.


A entrega requer maturidade e disponibilidade para se dar ao outro, como a mãe que entrega seu seio para alimentar o filho recém- nascido.


Entregue-se hoje para ser feliz amanhã.


A entrega invade o ser tomando-o de assalto como o amor que transcende as palavras.

Sem comentários:

Enviar um comentário